Cardápio completo, Peixe

Bacalhau a la Gilson

Brincadeiras à parte, esse bacalhau é a cara do meu pai e foi evoluindo ao longo do tempo. A receita é maravilhosa e super prática. Para acompanhar, primeiro era o arroz de brócolis. Até que minha mãe aprendeu a fazer um arroz de banana dos deuses. A combinação é espetacular. Espero que gostem e se deliciem!

O que leva?

– 1,5kg de bacalhau em postas dessalgado, com pele e sem espinhas (recomendo aqueles vendidos em caixas já dessalgados)

– 15 batatas “bolinha” com casca

– 2 cabeças de alho

– 1 pimentão vermelho

– 1 pimentão amarelo

– 2 cebolas médias

– 1 garrafa de azeite extravirgem de 500ml (escolha um bom azeite!)

– azeitonas pretas

– sal, pimenta do reino e alecrim a gosto 

Como faz?

– Nesta receita, o bacalhau não precisar ser pré-cozido. A manha aqui é deixá-lo escorrer bastante até a posta crua ficar bem seca. Reserve.

– Cozinhe as batatas com casca (eu gosto delas mais rústicas mesmo) até ficarem al dente. Coloque sal na água para já deixá-las temperadas. Escorra bem. Reserve. 

– Descaque as cebolas e pique em quatro pedaços. A ideia é que elas fiquem em formatos de meia lua. Reserve. 

– Retire as sementes e o miolo dos pimentões. Tire também aquela faixinha branca que tem dentro deles. Pique em tiras de 1 cm. Reserve.

– Pegue as cabeças de alho e separe os dentes de alho com casca mesmo.

– Agora, numa travessa é hora de montar o bacalhau. Coloque um fio de azeite no fundo e vá montando os ingredientes. Coloque as postas de bacalhau (aqui vc pode colocar pimenta do reino em cima das postas), os alhos entre elas. As cebolas nas pontas da travessa. As batatas por cima e intercaladas. As fatias de pimentões e azeitonas. Se quiser e gostar, pode colocar um raminho de alecrim por cima. Pegue o azeite e despeje o vidro inteiro (500ml) sem dó! É preciso cobrir parte dos ingredientes como as cebolas e alhos. 

– Leve ao forno (180  graus) por 1 hora (não precisa colocar papel alumínio!)   Verifique o cozimento durante o processo. O bacalhau vai soltar um pouco de água. Depois desse tempo, deixe mais uns 15 minutos na temperatura máxima do forno para secar um pouco dessa água. Mas, a ideia não é deixar ele seco. Ele precisa ficar suculento no meio dessa mistura de azeite, cebolas, alhos pimentões e batatas.

   
 [o arroz de banana]

 Super fácil de fazer e fica uma delícia!  Faça o arroz branco normalmente mais sequinho (não deixe ficar papado).

– Numa panela teflon, coloque duas colheres de sopa de um bom azeite. Coloque as rodelas de banana (eu uso a nanica picada em rodelas com 1cm de espessura!). Deixe fritar bem até ficarem douradas. Vire as rodelinhas. Quando ficarem bem douradas dos dois lados (parecendo que vão queimar) você coloca o arroz branco e mistura. Pronto! 

  
  

Anúncios
Acompanhamentos, Petiscos, Sem glutén

Bolinho de bacalhau perfeito!

Sabe quando você gosta de algo, mas não consegue acertar a mão na receita? Até ontem era assim pra mim nas tentativas de fazer um bolinho de bacalhau. O bolinho ficava encharcado e todo cheio de fiapos de bacalhau na parte de fora. Pesquisando no santo Google achei uma receita de uma senhorinha que tem um restaurante português típico em Ubatuba – SP. Testei… e, simplesmente, amei! O gosto, a textura, a crocância! Ficou perfeito!

O que leva?

– 250g ou 03 batatas média tipo asterix (a batata faz toda diferença!)

– 250g de bacalhau dessalgado e desfiado

– 2 dentes de alho amassados

– 2 colheres (sopa) de azeite extravirgem

– 1 ovo

– salsinha picada a gosto

– sal e pimenta do reino a gosto

– Óleo ou azeite para fritar

Como faz?
– Descasque a batata e cozinhe em água quente. Cozinhe o bacalhau também. Eu deixei o bacalhau uns oito minutos na água fervendo.

– Escorra bem a batata e o bacalhau. Eles precisam ficar bem secos. Você vai perceber que a batata asterix é bem mais sequinha que a batata inglesa e isso faz toda diferença na estrutura do bolinho.

– Amasse a batata com um garfo e desfie o bacalhau retirando as espinhas. Reserve.

– Numa panela pequena, coloque o azeite e refogue o alho até ficar dourado. Tire do fogo.

– Pegue uma tigela e junte a batata, o bacalhau, o alho no azeite, o ovo, a salsinha, a pimenta do reino. Misture a massa com uma colher (com a mão é ainda melhor!). Corrija o sal.

– Faça os bolinhos com o auxílio de duas colheres (passando uma na outra) ou enrolando na mão. Pra ajudar é só ir molhando a mão com um pouco de azeite.

– Agora é só fritar em fogo médio. Atenção: o óleo precisa cobrir o bolinho. Do contrário, ele pode ficar encharcado.

OBs: percebeu que a receita não vai farinha de trigo? O verdadeiro bolinho de bacalhau não vai farinha!!!! Essa receita rendeu uns 30 bolinhos pequenos. Você pode dobrar ela sem erro.