Carnes

Picanha dos deuses com polenta! 

Comi essa combinação na casa de um casal de amigos. Achei perfeita, além de super prática. Tanto que no outro dia já estava fazendo para a família toda. A receita retirada do site da Rita Lobo é intitulada como churrasco de apartamento. Durante o processo, você jura que vai dar errado, que a carne vai ficar salgada. Mas, não tenha medo. Vá com fé que no final dá tudo mais que certo!

  
O que leva?

– 1 peça de picanha (até 1,2 kg)

– 4 claras de ovo

– 1/2 xícara de chá de farinha de trigo

– 1kg de sal grosso 

– ramos de tomilho fresco 

Como faz?

– primeiro, coloque a picanha em um escorredor para deixar o sangue sair bem (Att: não vai inventar de lavar a carne não!). Na hora da montagem, você também pode usar um pano limpo ou papel toalha para absorver o líquido. 

– já coloque o forno para aquecer em 220 graus. 

– misture bem o sal, as claras e a farinha com uma colher ou espátula. Vai ficar parecendo uma areia grossa molhada. Tenha fé que dá certo!

– coloque 1/3 da tal “areia” no fundo de uma assadeira fazendo uma “cama” fina para colocar a picanha. Coloque os ramos de tomilho por cima dessa camada e a picanha com o lado da gordura para cima. 

– cubra todos os lados da picanha com o resto da mistura. Ao assar, essa mistura vai virar uma crosta intacta. Isso vai garantir uma carne macia e bem suculenta. 

– leve ao forno a uma temperatura de 200 graus. O tempo vai depender do ponto que você prefere a carne. Se quiser mal passada, 35 minutos bastam. Ao ponto: de 40 a 45 minutos. Ao ponto pra bem: 50 minutos. Eu deixei 40 minutos! 

– retire do forno e quebre a crosta pela lateral com a ajuda de uma faca. Ela vai sair inteira! Coloque a picanha numa tábua e veja se não ficou algum sal grosso perdido ao redor dela. Se tiver, é só raspar com a faca. Fatie a carne e aproveite!!!

   
 
[a polenta]

Gente, polenta é bom demais. Gosto dela bem molinha. É ótimo para acompanhar uma carne de panela ou uma carne suculenta como a picanha. Nessa versão, ela fica ainda mais saborosa com um toque de parmesão. A forma de fazer varia um pouco. Essa técnica aprendi com meu pai.

O que leva?

– 1 xícara (chá) de polenta (usei kipolenta da Yoki)

– 4 xícaras (chá) de água 

– parmesão ralado a gosto (pode usar 1 xícara de chá)

– 1 colher de manteiga

– sal e pimenta do reino a gosto

Como faz?

– tem gente que ferve a água e acrescenta a polenta. A técnica do meu pai é diferente. Você pega a panela, coloca a água fria, vai colocando a farinha e mexendo para não dar bolinhas. Para facilitar, você pode mexer com um fuê (aquele batedor de claras!).

– depois de misturar, leve ao fogo e coloque a manteiga. Mexa bem até a polenta cozinhar. Você vai mexer, mexer… a farinha vai começar a crescer e a água vai engrossar. Quando começar a ferver já vai estar cozida. Se quiser mais mole, acrescente mais água. Esse ponto é meio no olho. Quando começar a ferver, coloque no fogo baixo e continue mexendo porque a mistura pode respingar para fora da panela. Cuidado para não se queimar!

– Acrescente o parmesão, mexa para absorver o queijo. Só depois disso, coloque o sal. A polenta não pode ficar com muito sal. O ideal é que ela fique mais neutra para que o sabor da carne sobressaia! 

 [dica express] As gemas retiradas dos ovos para fazer a crosta da picanha podem ser usadas para uma bela farofinha crocante. Coloque mais uns dois ovos e farinha de milho! 

Anúncios
Acompanhamentos, Dica[s] express, light!

Dica express: salada com creme de balsâmico

Adoro saladas e ultimamente estou viciada numa saladinha simples, mas que fica deliciosa. O toque especial é o molho balsâmico que uso para temperá-la. Comprei um da Casa Madeira que estou adorando. Ele tem geléia de morango com pimenta. O sabor tem um leve adocicado. Não uso sal nem azeite. O molho por si só garante o sabor, além de ser mais saudável.
Na minha salada vai mix de folhas (2 tipos de alface, rúcula), tomatinho cereja, lascas de parmesão e ovo cozido. Olha ela aí:

20140407-013800.jpg
Hummm… Deu até água na boca!
>

Acompanhamentos, Cardápio completo, Entradas, Risotos

Desafio do dia: jantar sofisticado para 6 pessoas por 90 reais!

Jantar com os amigos é sempre muito bom, mas confesso que sair para comer em Brasília está cada vez mais caro. O desafio era fazer um jantarzinho sofisticado para três casais a um preço bem acessível. Consegui fechar um cardápio legal por R$ 90,00, sendo R$ 30,00 para cada dupla. Cada um trouxe a bebida preferida e foi uma noite super agradável, como sempre!

20130902-220949.jpg

Para beliscar

– Queijo gouda (vai muito bem com vinho e geléia de pimenta)
– Canapés de damasco recheados com cream cheese e gorgonzola
– Cogumelos “afrodisíacos” da Mari

Prato principal

Risoto de filé com shitake

As receitas:

[Canapés de damasco]

O que leva?

– 25 unidades de damasco
– 100g de cream cheese
– 50g de gorgonzola
– coco ralado fresco ou desidratado

Como faz?

– Amasse o queijo gorgonzola com um garfo e misture o cream cheese até obter uma mistura homogênea.

– Corte os damascos ao meio no sentido longitudinal como se fossem mini sanduíches.

– Pegue uma colher de café e recheie damasco por damasco. Coloque na travessa para servir.

– Agora, é só salpicar um pouco de coco ralado por cima. [dica express: se não achar o coco fresco, é só hidratar o coco de pacotinho. Para isso, pegue o coco desidratado e coloque um pouquinho de água filtrada. Misture bem.]

20130902-222456.jpg

[Cogumelos afrodisíacos]

Fui apresentada a essa delícia pela minha amiga Mari Abreu. São cogumelos recheados com uma mistura de bacon, cebola, alho, cream cheese e parmesão. A receita está no blog dela. Veja aqui!

Seguem as fotinhas para ilustrar a receita…

20130902-222431.jpg

[Risoto de filé com shitake]

Risoto é maravilhoso… seja qual for o sabor. Esse é de filé mignon com shitake. Para mim, o shitake fica tão gostoso que a carne acaba tornando-se secundária. O cogumelo pode ser natural ou desidratado. Eu preferi usar o desidratado para aproveitar a água que ele precisar ficar de molho para hidratar. Isso deu um sabor especial ao prato. Espero que goste. Vamos lá!

O que leva?

– 300g de filé
– 100g de shitake desidratado
– 2 xícaras (chá) arroz arbóreo
– 1 xícara (chá) de vinho branco seco de boa qualidade
– 1 cebola média em cubinhos
– 1 xícara (chá) de parmesão ralado
– 1 colher (sopa) de manteiga
– 1/2 colher (sopa) de shoyo
– 2 tabletes de caldo de legumes
– azeite
– sal e pimenta do reino a gosto

Obs: ao final, você pode acrescentar meio tablete de manteiga sem sal ao risoto. Eu prefiro pular esse passo para o prato ficar mais saudável…

Como faz?

– Coloque o shitake em um recipiente e cubra com água fervente. Deixe descansar por 20 minutos e depois corte os cogumelos em tirinhas de 2cm. Aproveite a água para colocar no risoto.

– Coloque 1,5 litro de água numa panela, dissolva dois tabletes de caldo de legumes e deixe ferver. A panela deve ficar ao lado da panela onde o risoto será feito. Durante o processo, vá colocando o caldo de legumes com o auxílio de uma concha.

– Corte o filé em tirinhas. Aqueça a panela com um fio de azeite e refogue a carne ainda sem tempero. Frite o filé até ele ficar dourado. Acrescente a cebola e refogue até que ela fique transparente. Coloque o arroz, mexa os ingredientes e acrescente o vinho. Misture até o vinho evaporar.

– Após o vinho evaporar, vá acrescentando o caldo de legumes. Coloque uma concha de caldo por vez e mexa até evaporar. Repita o processo por cerca de 17 minutos. Em alguns momentos, coloque uma concha do caldo do shitake em vez do de legumes. O risoto leva uns 18 minutos para ficar al dente após a evaporação do vinho.

– Quando estiver faltando uns 5 minutos para terminar, aqueça outra panela. Coloque a margarina e um fio de azeite. Refogue o shitake por uns 4 minutos. Coloque meia colher de sopa de shoyo e corrija o sal. Acrescente o shitake ao risoto.

– Para finalizar, misture o parmesão até derreter e corrija o sal e a pimenta. Se estiver um pouco seco, acrescente mais um pouco de caldo de legumes e mexa para o risoto ficar cremoso. Sirva em seguida!

Obs: Verifique o ponto do cozimento do arroz antes de finalizar a receita.

20130902-230133.jpg

20130902-230200.jpg